comissão julgadora
 

Anamaria Aragão
Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (1995) e doutorado em Urbanismo - Universitat Politecnica de Catalunya (2004).  Entre 2001 e 2004, atuou como arquiteta na J. Busquets BAU B-Arquitectura i Urbanisme S.L.P. (Barcelona), onde colaborou em projetos urbanos na Holanda, França e Portugal. Arquiteta do Governo do Distrito Federal, em 2007 foi Subsecretária de Planejamento Urbano, onde atuou até 2010. De 2009 e 2013 foi professora do Centro Universitário de Brasília-UNICEUB. Desde 2016, é Coordenadora de Projetos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Governo de Brasília. É autora do livro Transformação urbana: projetando novos bairros em antigas periferias. 1ª. ed. Brasília: Editora Thesaurus, 2012.
 
João Gabriel Rosa
Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) em 2010. Sócio fundador do Estúdio 41 Arquitetura. Ministra palestras e oficinas apresentando trabalhos desse estúdio. Premiado em concursos de projeto como estudante e como arquiteto. Participação em equipe multidisciplinar de projeto executivo para sede da Fecomércio Sesc e Senac RS, Estação Antártica Comandante Ferraz, Setor Habitacional Pôr-do-Sol - DF e Unidade Básica de Saúde Quilombola em Gurugi- PB. Coordenador técnico do Projeto Básico para o Plano de Urbanização do Subsetor A1 da Operação Urbana Consorciada Água Branca entre 2015 e 2016 e do Projeto Básico para o Plano e Uso e Ocupação da Orla do Lago Paranoá em 2018.
Participação em Concursos de Arquitetura (Principais Premiações):
• Concurso Fecomércio Sesc Senac RS – 2011 – Porto Alegre, RS – 1º lugar;
• Concurso Estação Antártica Comandante Ferraz – 2013 – Ilha Rei George – 1º lugar;
• Concurso Centro Cultural e de Exposições – 2014 – Nova Friburgo, RJ – 1º lugar;
• Concurso Centro Cultural e de Exposições – 2014 – Cabo Frio, RJ – 1º lugar;
• Concurso Plano de Urbanização Subsetor A1 da Operação Urbana Consorciada Água Branca – 2015 – São Paulo, SP – 1º lugar;
• Concurso Setor Habitacional Pôr-do-Sol – 2017 – Ceilândia, DF – 1º lugar;
• Concurso Plano de Uso e Ocupação da Orla do Lago Paranoá – Masterplan – 2018 – Brasília, DF – 1º lugar;
• Concurso para Unidade Básica de Saúde Quilombola em Gurugi – Conde, PB – 1º lugar.
 
Jurema Machado
Jurema Machado é arquiteta urbanista pela Universidade Federal de Minas Gerais (1979) e atualmente atua como consultora na área de patrimônio e gestão urbana. Foi Presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN entre 2012 e 2016. Coordenou o Setor de Cultura da UNESCO no Brasil (2002/12), responsável, entre outras atividades, pelo apoio à interlocução entre os sítios brasileiros reconhecidos como Patrimônio Mundial e a sede da organização. Presidiu o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG (1995/98), coordenou a concepção de projetos urbanísticos nas áreas tombadas em Belo Horizonte (1989/92) e, entre 1993 e 1994, coordenou a formulação do primeiro plano diretor de Ouro Preto, aprovado em 1996. Iniciou sua atividade profissional como urbanista do Plambel - Planejamento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (1980/88). Foi Membro do Conselho Superior do Instituto dos Arquitetos do Brasil (1988/98), Conselheira do CONFEA - Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura (1990/92) e Conselheira do Conselho Consultivo do IPHAN (2008/12). Foi responsável pela organização do Concurso Nacional para Revitalização da Área Central de Belo Horizonte (Concurso BH Centro – 1989), promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte e organizado pelo IAB-MG; membro de júri de concursos nacionais de arquitetura, urbanismo e patrimônio, como a Arquitetura e Expografia para o Pavilhão do Brasil na Expo Milão, em 2015, promovido pela Agência de Promoção de Exportações do Brasil – APEX e organizado pelo IAB-DF e do Prêmio Nacional de Design, Pesquisa e Adequação de Mobiliário Urbano à Pessoa Portadora de Deficiência – 1991, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte e organizado pelo IAB MG. Tem artigos e livros publicados nas áreas de patrimônio, cultura e desenvolvimento.
 
Paula Zasnicoff 
Graduada na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAUUSP em 2000. Mestre na Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais – EAUFMG, em 2007. É professora de projeto na UniBH e no Ibmec. É sócia diretora do escritório Arquitetos Associados, em Belo Horizonte. Seus trabalhos já foram exibidos em bienais e exposições dentro e fora do país, como no Carnegie Museum, no Deutsche Architektur Museum, Yale University e na Bienal Internacional de Pamplona. Mantém participação ativa em concursos e prêmios de arquitetura destacando-se o prêmio ex-aequo na VII BIAL – Bienal Ibero-americana de Medellin, Colômbia (2010); o prêmio ex-aequo na 9ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo (2011); Outstanding Projects no Mies Crown Hall Americas Prize – MCHAP IIT College of Architecture, Chicago, Estados Unidos (2014); o Prêmio APCA pela Melhor Obra de Arquitetura no país (2015).
 
Paulo Bruna
Nasceu em São Paulo, em 1941. Formou-se arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP em 1963. Fez pós-doutorado no Massachusetts Institute of Technology (MIT) em 1984-85. É professor titular da FAU/USP e a partir de 2014 na FAAP. Foi diretor do escritório Rino Levi Arquitetos Associados de 1972 a 1991. Em janeiro de 1992, associado ao arquiteto Roberto Cerqueira Cesar, criou o escritório Paulo Bruna Arquitetos Associados S/C Ltda. Recebeu o grande prêmio da III Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo em 1997 pelo projeto do Ática Shopping Cultural.
Publicações:
- “Os primeiros arquitetos modernos, Habitação Social no Brasil 1930-1950”, EDUSP cuja primeira edição é de 2010. 2ª edição 2016.
- “Quatro ensaios sobre Oscar Niemeyer”, Ateliê Editorial, São Paulo, 2017.


Suplentes 

Raul Wanderley Gradim
Arquiteto e urbanista formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília em 1980. Possui especialização (MBA) em Logística Empresarial. Desenvolve projetos como arquiteto autônomo nas áreas de arquitetura, consultoria e fiscalização de obras. Entre 2016 e 2018, foi assessor especial na Secretaria de Gestão do Território e Habitação do GDF, onde chefiou o Escritório de Projetos e coordenou o Grupo Técnico Executivo do Programa Habita Brasília. É arquiteto aposentado do Banco do Brasil, onde foi Gerente Regional e Gerente de Engenharia e atuou de 1983 a 2010.
 
Rejane Jung Vianna
Formada em arquitetura e urbanismo (1981) e mestre em desenho urbano (2005) pela Universidade de Brasília.
Trabalhou na iniciativa privada tendo participado na elaboração de planos diretores municipais, projetos urbanísticos, planos de desenvolvimento turístico no âmbito do Prodetur/NE e de estudos de impacto ambiental para implantação de parcelamentos urbanos.
Professora de disciplinas de projeto de urbanismo, das Faculdades de Arquitetura e Urbanismo – Fauplac da Uniplac e do Iesplan, de 2002 a 2007.
Em julho de 2006, ingressou, por meio de concurso, na carreira de analista de planejamento e gestão urbana, na atual Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação do DF – Seduh, onde supervisionou a elaboração de diretrizes para projetos de urbanismo, de paisagismo, de sistema viário e de revitalização urbana; a elaboração e revisão de normas urbanísticas; e o planejamento para a elaboração dos Planos de Desenvolvimento Local. Coordenou a revisão do Plano de Ordenamento Territorial do DF – PDOT e a elaboração do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília – PPCUB. Hoje atua na área de projetos de requalificação de espaços públicos.
Participou dos concursos de arquitetura para a sede do CONFEA-DF e da Terceira Ponte sobre o Lago Paranoá, Brasília-DF.
Foi Coordenadora Técnica Adjunta do Concurso Público 001/2017-Segeth, Masterplan da Orla do Lago Paranoá e jurada da Comissão Julgadora do Concurso Público Nacional para Unidades Habitacionais Coletivas previstas em Sobradinho – RA V, e da Comissão Julgadora do Concurso Internacional para estudantes de arquitetura e urbanismo – Brasília+50 – Setores Centrais do Plano Piloto de Brasília-DF.

promoção

organização